17_About_Web.jpg

concept

seu aprendiz

This artistic collaboration consists of a collection of short writings, photographs, and music that reflects the composer Ray Soul’s mind and his psychological and cognitive reactions after he witnessed his mother’s suicide and ultimately developed a rational explanation for her decision. Ray Soul tried to detach himself from the incident and objectively look at what it means to be a victim of such a fatal event.

 

To do that, as a native Korean, he used non-native languages such as Portuguese to carefully craft his understanding of the event, which allowed him to recall the memory and meditate on its connotations indirectly. In other words, describing things that we do not want to remember in our mother tongues can sometimes create its scenery too vividly and is immensely painful. Using another language creates a psychological buffer zone to consider these personal events because it does not display the complete picture instantly and requires interpretation processes.

 

On top of this linguistic process, music and photographs add another layer to Ray Soul’s artistic reflection. Thus, with these three interactive elements, both creators and spectators can see an artistic rendition of the event, which leads them to take their own journey to analyze its meaning and apply it to their own situations.

 

The Seu Aprendiz project is part of a suicide prevention campaign that One Soul Fellowship is embarking on. One Soul Fellowship is a nonprofit organization in Boston, Massachusetts, in the United States. Created in collaboration with prominent photographers E Reum and Jun Choi and world-class musicians such as Ebinho Cardoso, Art Hirahara, Matthew Nicholl, and Jair Oliveira, who created the music for Seu Aprendiz, this project conveys how the arts can play a role in understanding and healing after such life incidents. We urge you to listen to the music while viewing this artwork.

 

The artists on this project acknowledge that a suicide leaves scars on family, friends, and communities that are difficult to heal. Suicide becomes even worse when others copy this destructive action. We hope this artwork creates awareness of the negative outcomes of suicide and becomes a part of the healing process of victims who suffer from loss. Send your stories to seuaprendizcontact@gmail.com if you want to be part of this campaign.

NOTE: The National Suicide Prevention Lifeline provides 24/7, free and confidential support for people in distress, prevention and crisis resources for you or your loved ones, and best practices for professionals.

 

Visit https://suicidepreventionlifeline.org for more details. 

_

Esta colaboração artística, que consiste em uma coleção de pequenos textos, fotografias e música, reflete os pensamentos do compositor Ray Soul e suas reações psicológicas e cognitivas após o testemunho do suicídio de sua mãe, assim como a explicação racional que ele encontrou para a decisão dela. Ray Soul tentou se desligar do incidente e olhar objetivamente para o que significa ser vítima de um evento tão fatal. Para fazer isso, como um nativo da Coreia, ele usou línguas não nativas, como o português, para conceber cuidadosamente a sua noção do evento, o que lhe permitiu reavivar a memória e meditar indiretamente sobre suas conotações. Ou seja, descrever coisas que não queremos lembrar em nossas línguas maternas pode, por vezes, criar um cenário muito vívido que é extremamente doloroso. A utilização de outra língua para considerar esses eventos pessoais cria uma zona de amortecimento psicológico, porque não lhe dá a imagem completa instantaneamente e requer um processo de interpretação. Além desse processo de linguagem, música e fotografias adicionam outra camada à reflexão artística de Ray Soul. Assim, com estes três elementos interativos, tanto criadores como espectadores podem assistir a uma representação artística do evento, que os leva na sua própria jornada de análise do seu significado a qual podem aplicar às suas situações pessoais.

O projeto Seu Aprendiz faz parte da campanha de prevenção ao suicídio que a One Soul Fellowship está lançando. A One Soul Fellowship é uma organização sem fins lucrativos com sede em Boston, Massachusetts, nos Estados Unidos. Criada em colaboração com famosos fotógrafos E Reum e Jun Choi e músicos de renome mundial como Ebinho Cardoso, Art Hirahara, Matthew Nicholl e Jair Oliveira, que criaram a música para Seu Aprendiz, este projeto mostra como as artes podem desempenhar um papel na compreensão e cura após este tipo de incidentes de vida. Recomendamos que você ouça a música enquanto visualiza esta obra de arte.

Os artistas neste projeto reconhecem que um suicídio deixa marcas profundas que são difíceis de curar na família, amigos e comunidades. O suicídio torna-se ainda pior quando outros copiam essa ação destrutiva. Esperamos que esta obra de arte consciencialize as pessoas sobre os impactos negativos do suicídio e se torne parte do processo de cura das vítimas que sofrem com a perda. Envie suas histórias para seuaprendizcontact@gmail.com se quiser fazer parte dessa campanha.